5 dicas para não errar na organização de apartamentos pequenos

Especialista em projetos com metragem reduzida, as arquitetas do escritório Oliva Arquitetura reuniram sugestões que colaboram para a ordem em apês pequenos e até fazê-los parecer mais espaçosos

 

Projeto Oliva Arquitetura – Foto: Julia Ribeiro

Tendência nas grandes cidades, a opção por apartamentos reduzidos vem acompanhada pela missão de manter a organização em uma atmosfera compacta. Conseguir espaços para guardar tudo o que se precisa – desde roupas e objetos decorativos – em meio à agenda corrida de compromissos é um desafio. Afinal, tudo flui bem quando a casa está em ordem!

Para que o apê pequeno seja um recanto de descanso e paz, as arquitetas Bianca AtallaElisa Ju e Fernanda Mendonça, do escritórioOliva Arquitetura selecionaram dicas de decoração de projetos para evitar erros na organização“Cada centímetro usado de forma errada implica em menor área útil para aproveitamento dos moradores”, conta Fernanda. Acompanhe as observações apontadas pelo trio:

 

1- Analise a sua rotina:

Antes de qualquer coisa, o primeiro conselho das profissionais é que o residente pense em sua rotina e analise o que é realmente necessário para ela. “Sempre indico uma reflexão baseada no dia a dia do cliente ou da família que habitará o apê”, conta Bianca.

Após entender o funcionamento do seu cotidiano, abre-se dois caminhos para o décor. Para pessoas mais organizadas, a sugestão éapostar em prateleiras e nichos abertos para guardar os objetos. Em um perfil oposto, portas nos móveis asseguram que a bagunça fique organizada e o melhor: não aparente.

2- Na entrada

Nesse projeto, as arquitetas do escritório Oliva Arquitetura criaram um nicho em ‘L’ para guardar as chaves, receber os sapatos que devem ficar na entrada da casa e ainda um espaço para guardar bolsas.  Do outro lado, ainda foi possível reservar um espaço para receber a planta.

 Foto: Mariana Orsi

A excelência na arrumação deve começar desde a entrada do apartamento, que pode contar com um lugar especial para guardar chaves e sapatos, por exemplo. Vale considerar que geralmente muitos objetos e miudezas da vida diária não contam necessariamente com um local de armazenamento em função da sua necessidade de uso e retirada constante para dentro e fora de casa.

 

3- Categorize

A conjugação do verbo categorizar é primordial. Assim, cada item ganha o seu lugar no apartamento pequeno, reforçando a ideia de que cada coisa tem o seu lugar e o seu ambiente. “Deixar objetos espalhados sem um lugar específico para ser guardado atrapalha na rotina dos moradores e acaba passando a impressão de que o apartamento é ainda menor”, revela Elisa Ju.

Sendo assim, a arquiteta recomenda que os objetos de uso mais frequente sejam guardados em locais de fácil acesso, enquanto aqueles de menor utilização devem ficar em locais que não precisam ser manuseados o tempo todo.

 

4- Peças organizadoras

Projeto: Oliva Arquitetura Foto: Julia Ribeiro

Para auxiliar na categorização dos itens, o trio do Oliva Arquitetura sugere o uso de peças organizadoras, desde que elas cumpram com a sua devida função.  Essas itens podem ser comprados de forma avulsa ou, se possível, produzidos sob medida junto com a marcenaria planejada. “Na cozinha, por exemplo, o porta-talheres cumpre muito bem essa função. Com desenhos diferentes que variam de acordo com cada gaveta, fica mais fácil categorizar os talheres e objetos de acordo com o uso e ainda ajuda a visualizar o conteúdo de forma mais clara”, exemplifica Fernanda Mendonça. Outro inspiração é o roupeiro que pode ter separadores de roupas íntimas – extremamente úteis e bem-vindos.

 

5 – Marcenaria sob medida

 


Projeto: Oliva Arquitetura Foto: Julia Ribeiro

Uma marcenaria sob medida ou um móvel solto com multifunção são peças-chave para a solução de muitos problemas em apartamentos pequenos. Separamos alguns exemplos funcionais e simples para dois ambientes:

  • Quarto:

A cama-baú é perfeita para armazenar objetos poucos manuseados, como cobertores pesados esquecidos durante o verão. Outra ideia bacana é usar guarda-roupas sob medida, que podem ser produzidos de acordo com a necessidade dos moradores.

Além disso, em muitos apartamentos com metragens reduzidas, o armário pode fazer as vezes de divisor de ambientes entre a sala e o quarto, ressaltando o ganho em cada centímetro de área útil.

  • Banheiro:

O menor cômodo do apartamento, o banheiro, pode e deve ser bem organizado e ainda guardar objetos. Diante dessa demanda, armários superiores estreitos e fechados com portas espelhadas colaboram na tarefa de guardar tudo que se precisa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.